uma vez mamífera

… sempre mamífera.

7 coisas estúpidas para (não) dizer à mulher que vai parir em casa *

foto: Renata Penna www.fotomamifera.com.br (Laura, que pariu Rafael dando um olé pro sistema: diabete gestacional, bebê "grande demais" e um parto domiciliar lindão debaixo do chuveiro!!)

foto: Renata Penna
http://www.fotomamifera.com.br
(Laura, que pariu Rafael dando um olé pro sistema: diabetes gestacional, bebê “grande demais” e um parto domiciliar lindão debaixo do chuveiro!!)

 

… e suas possíveis respostas, para todos os gostos. 🙂

 

1. Você vai parir em casa… mas vai ser parto normal???

resposta polida-cara-de-alface: sim. mas me diz, você acha que vai virar o tempo no final de semana?

resposta baseada em evidências: sim, porque cesárea só em um centro cirúrgico dentro de um hospital, né?

resposta voadora-no-peito: bom, a princípio sim. mas se tiver que ser cesárea, já tô preparada: liguei ontem mesmo pra polishop e já reservei meu conjunto de facas guinsu!

 

2. Antigamente as mulheres só tinham filhos em casa, por isso que morriam tantos bebês!!

resposta polida-cara-de-alface: ah, mas se tiver qualquer risco, a gente corre pro hospital! e a joanete da sua avó, tá firme e forte ainda?

resposta baseada em evidências: veja bem, parto em casa planejado é diferente de parto em casa por falta de opção. parto em casa planejado tem acompanhamento pré-natal por profissional qualificado, o profissional está preparado para avaliar riscos e determinar uma transferência para o hospital se necessário, e só gestante de baixo risco pode parir em casa.

resposta voadora-no-peito: tem galho não! filho é que nem biscoito, vai um e vem dezoito… qualquer coisa eu faço outro rapidinho!

 

3. Mas você vai parir como, de cócoras? Pelamordedeus, isso é coisa de índia!!

resposta polida-cara-de-alface: ah, não sei, na hora eu decido. mas menina, e aí, o que você acha, vai ter copa ou não vai ter copa??

resposta baseada em evidências: olha, as posições mais verticalizadas são comprovadamente melhores para parir, porque o corpo conta com a ajuda da gravidade para expulsar o bebê. e para parir de cócoras não precisa de um super preparo físico não, você pode parir de cócoras sustentada, por uma pessoa atrás de você, ou sentada na banqueta de cócoras. quer ver uma foto?

resposta voadora-no-peito: pois é, mas eu tenho sangue indígena, sabia? aliás, a minha tataravó era de uma tribo canibal, e os primeiros a serem devorados eram sempre aqueles que diziam as maiores bobagens. você lá estaria correndo um risco danado, sabia?

 

4. Mas você quer parir onde, na banheira? Eu ouvi dizer que é perigoso pro bebê nascer na água, ele pode até se afogar!

resposta polida-cara-de-alface: jura? nossa, vou pesquisar sobre isso. aliás, falando em se afogar, menina, e as enchentes lá no norte, hein?

resposta baseada em evidências: você sabe como é o ambiente onde o bebê passa nove meses dentro da barriga? pois é, é um meio líquido, por isso o nascimento na água é uma experiência mais tranquila e menos traumática. o parto na água é totalmente seguro para a mãe e o bebê, além do fato que a água quente alivia a dor e diminui a necessidade de analgesia.

resposta voadora-no-peito: você nunca ouviu aquele ditado que diz que “quando a água bate na bunda, nego aprende a nadar”? pois é, eu sou muito radical com essas coisas, quero que ele aprenda a se virar desde cedo, independência é tudo nos dias de hoje, menina!

 

5. Parir em casa?? Nossa, mas o seu marido deixa??

resposta polida-cara-de-alface: deixa, deixa sim. decidimos juntos, na verdade. aliás lembrei que preciso ligar pra ele, a gente se fala todo dia nesse horário… dá uma licencinha?

resposta baseada em evidências: bom, ele não tem que deixar nada, né? o parto é da mulher, o protagonismo feminino é condição sine qua non para um parto ativo. mas é claro que é super bacana e faz toda diferença contar com o apoio do parceiro, por isso a gente conversou muito, ele leu uma porção de coisas, teve acesso a todo tipo de informação de qualidade e evidências científicas, e hoje virou um super ativista da humanização do nascimento e defensor ferrenho do parto domiciliar!

resposta voadora-no-peito: marido?? pra quê marido, fia?? usei como doador de esperma só, depois chutei longe!! mas me diz uma coisa… e o seu marido, deixa você usar esse corte de cabelo, é??

 

6. Mas parto em casa, numa cidade como São Paulo? E se você precisar ir para o hospital, como faz com o trânsito?

resposta polida cara-de-alface: puxa, vou conversar com o meu cuidador sobre isso… mas por falar em trânsito, e a greve dos metroviários, hein?

resposta baseada em evidências: caso seja necessária a transferência para um hospital – o que acontece em uma parcela muito pequena dos partos domiciliares planejados -, a equipe leva em consideração todas as possibilidades, inclusive os horários de maior trânsito e a distância entre a casa e o hospital.

resposta voadora-no-peito: o trânsito não é nada, pior é ter que torcer pra não nascer num dia de rodízio! mas ó, querida, eu sou chique! já reservei o helicóptero, se precisar de transferência, vou toda linda lá no céu enquanto o povaréu se debate no trânsito, fica tranquila!!

 

7. Mas e se você estiver em casa e não aguentar a dor, como faz??

resposta-polida-cara-de-alface: não sei, melhor deixar pra pensar nisso na hora, né? mas menina, e aquele bolo que você postou no face outro dia, me passa a receita? fiquei com água na boca, e você sabe, grávida não pode passar vontade…

resposta baseada em evidências: bom, há alternativas não farmacológicas para o alívio da dor, né? você sabia que a presença de uma doula diminui muito os pedidos por anestesia? tem banho de chuveiro, massagem, banheira, tudo isso dá pra fazer em casa e ajuda a aliviar a dor. além do mais, só o fato de estar em um ambiente onde a mulher se sente segura, acompanhada de pessoas em quem ela confia, ao invés do ambiente inóspito e impessoal de um hospital, já colabora para que a mulher suporte a dor com mais facilidade. você já ouviu falar do círculo vicioso medo-tensão-dor?

resposta voadora-no-peito: olha, querida, se eu estou aqui aguentando esse seu papinho-aranha, pode ter certeza que eu encaro a dor de um TP com o pé nas costas. sério, nada pode ser mais doloroso do que isso!

 

* acreditem ou não, TODAS as falas são reais, e foram ouvidas por mim em uma das duas gravidezes, quando eu dizia que ia parir em casa. já a minha resposta de escolha para cada uma delas, essa eu não entrego qual foi, sob pena de acabar com a minha fama de boa moça (se é que eu ainda tenho alguma).

** post em homenagem ao Dia Internacional do Parto em Casa. 🙂

Anúncios

12 comentários em “7 coisas estúpidas para (não) dizer à mulher que vai parir em casa *

  1. Naíme Silva
    6 de junho de 2014

    Rê, definitivamente sou sua fã! Boas risadas com seu texto!

  2. Valentine Kasin
    6 de junho de 2014

    Amay! kkkk

  3. Dan Oliveira
    6 de junho de 2014

    Sensacional!!!! Viva o Parto Domiciliar!

  4. Camila Winnert
    6 de junho de 2014

    haha é isso ai!

  5. Clarissa
    6 de junho de 2014

    Genial! Esse post deveria fazer parte do kit preparatório de toda família buscando um parto domiciliar 🙂

  6. Eduarda Morais
    7 de junho de 2014

    viva o parto domiciliar!
    e viva os seus textos!

  7. Renata Bassan
    7 de junho de 2014

    Ri muitoooo!!! Adoro seus textos!

  8. elza castro
    7 de junho de 2014

    hehehe… adoro as repostas voadora mo peito mas como sou quase uma lady (só que não), acabo tentando falar das evidências científicas…

  9. Mariana
    7 de junho de 2014

    Muito, muito, muito bom!!!!

  10. Valeria Rezende
    9 de junho de 2014

    Amei.E acredite ou não meu ex-GO me disse que criança que nasce na água pode morrer afogada 😦

  11. Juliana
    10 de junho de 2014

    Ri litros!!!

  12. mihz
    10 de junho de 2014

    Adorei o texto e sua forma de escrever! Consegue ser ao mesmo tempo bem – humorado e instrutivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 6 de junho de 2014 por e marcado , , , , , .
%d blogueiros gostam disto: