uma vez mamífera

… sempre mamífera.

O caos e a felicidade

(post originalmente publicado no blog Mamíferas, em outubro de 2011)

Cena 1: Casa da família. Manhã de sábado. Casal e três filhas dormindo. Lindo sol entrando pela janela. A caçula acorda, joga-se sobre o casal, que acorda sonolento, mas contente. Logo chegam as irmãs mais velhas, juntando-se à bagunça. As três meninas descem para a sala, brincam um pouco. O casal aproveita para esticar um pouco o sono, abraçadinhos na cama. Depois de um tempinho de descanso, começam a ouvir as reclamações vindas do andar de baixo: é a fome chegando. Levantam, descem e começam a arrumar as coisas para o café. Sentam-se todos em volta da mesa, comem entre conversas e risadas. As meninas comem de tudo, e bem. Os pais conversam entre uma interrupção e outra, comentam coisas da semana, ao som de uma música que costumavam ouvir quando recém-casados. Terminado o café, as meninas vão brincar no quintal. Correm alegremente. O casal vai se sentar no sofá da sala, estica a conversa. As meninas vêm brincar na sala, aos pés dos pais. A pequenina ainda toma um resto de leite com chocolate, que lhe faz um divertido bigode marrom por cima dos lábios. As mais velhas se põem a varrer a sala, jogam os farelos para o quintal, para virar comida para os passarinhos. É a felicidade.

Cena 2: Casa da família. Manhã de sábado. Casal e três filhas dormindo. Nem seis horas da manhã, e a caçula acorda querendo mamar. Pai e mãe se reviram na cama, ainda sonados. Por que essa criança não dorme um pouquinho mais – perguntam-se. Logo chegam também as mais velhas, espalham-se por todos os cantos, não deixam nada no lugar. Descem as três para brincar na sala, mas uma vez lá, falam alto, bagunçam, espalham as coisas, desentendem-se. O casal tenta dormir mais um pouco, mas não consegue nem mesmo vinte minutos de descanso. As crianças têm fome. O casal vai providenciar o café da manhã. Sentam-se todos à mesa. As crianças comem derrubando farelos e pedaços de comida por todos os cantos. Todos querem falar ao mesmo tempo. A música é alta. Ninguém se escuta. As crianças não param de pedir comida, mais e mais. A cada conversa iniciada, uma interrupção. O casal vai para a sala, tenta conversar. As crianças correm enlouquecidas pelo quintal, fazendo uma barulheira dos infernos. Logo vêm também para a sala, perturbar o frágil sossego conseguido há pouco. A caçulinha vem carregando nas mãos um copo cheio, tropeça em uma almofada esquecida no meio do caminho – e lá se vai o leite com chocolate batizar tudo ao redor: o braço da poltrona, as costas do sofá, a camiseta do pai, os braços da mãe. As mais velhas pegam a vassoura, varrem as migalhas de baixo da mesa, espalham-nas por todo o quintal. Logo virão passarinhos enlouquecidos de todos os lados, brigar pelas migalhas atiradas. É o caos.

Entre o caos e a felicidade, a diferença pode estar em um pequeno detalhe. O que importa não são os fatos, mas o olhar que escolhemos lançar sobre os fatos. Fica a dica.

Anúncios

3 comentários em “O caos e a felicidade

  1. Natália
    13 de novembro de 2014

    Que maravilha esse texto! Já me descobri por muitas vezes nessa linha tênue pra me desesperar com uma situação e depois parar e pensar “será que eu não deveria estar feliz com isso?”.
    Amei!
    Bjs

  2. Fúlvia Andrade
    14 de novembro de 2014

    Puxa, é exatamente isso, Rê! Adoro seu jeito de contar as coisas da vida de uma mãe. Adoro ❤

  3. Maria José
    16 de novembro de 2014

    Tudo isso faz parte de uma vida feliz , basta olhar pelos olhos do agradecimento a Deus em poder ter tudo isso … prq qnts vivem só.. chorando não ter tido o direito de ter toda essa alegria .. Família!! tudo de bom que podemos construir pela vida!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 13 de novembro de 2014 por e marcado , , , , .
%d blogueiros gostam disto: